Por que as falhas em software existem?

Elas sempre estão lá, esperando ser encontradas. E se os bugs não existissem, não haveria necessidade de testadores na comunidade e nem em qualquer outro lugar. Mas por que eles existem? Quais são os fatores que causam essas falhas nos softwares? Veja a lista com as quatro principais razões para haver bugs em softwares.

Errar é humano

Seres humanos desenvolvem software. E seres humanos não são perfeitos: eles erram, simples assim! É impossível imaginar que um sistema consiga não ter falhas em nenhum aspecto (seja design, usabilidade ou programação, por exemplo), já que foi desenvolvido por pessoas. Então, o jeito é ter pessoas desenvolvendo e pessoas testando, para que o número de bugs seja sempre menor.

Problemas de comunicação

Falta ou falha na comunicação durante o desenvolvimento do aplicativo, seja no momento de reunir as demandas e documentações e interpretá-las até o momento da implementação, pode colocar todo o projeto em risco.

Prazo insuficiente

Desenvolver um aplicativo não é uma tarefa tão simples (os desenvolvedores que o digam!). E fazer isso quando o prazo dado para todas as etapas é menor que o necessário pode gerar ainda mais complicação. Quando isso acontece, detalhes podem passar despercebidos mais facilmente.

Mudanças de última hora

Muitas vezes é necessário fazer alterações importantes no software no último minuto. Uma exigência feita de última hora pode causar erros na aplicação. Requisições tardias podem resultar em alterações no código de última hora, o que traz grandes chances de apresentarem erros.

Qual você acha que é o principal motivo para encontrarmos tantos bugs em software?

Evite bugs no seu sistema clique aqui e agende uma conversa agora mesmo!

Compartilhar:

Últimas Postagens

Cadastre seu e-mail para receber as nossas novidades.

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.

Av. Bias Fortes, 382, 14º andar – Lourdes – Belo Horizonte-MG – CEP: 30.170-011